ESTE BLOG ACTUALMENTE TEM 93 CONJUNTOS DE SETÚBAL































































ESCREVA E MANDE FOTOS DE BANDAS PARA : victorbokage@iol.pt

NOVAS BANDAS

NOVAS BANDAS
ALGUMAS FOTOS de NOVAS BANDAS de SETÚBAL

 


THE CARAVAN TRIP

João Manata, Rui Gouveia e Fernando Marques

RED SMOKING INDIANS

Red Smoking Indians são uma banda de Setúbal. O Tiago Martins e o Daniel Martins já tinham tido alguns projectos musicais, sem vocals. Na altura tocavam os dois guitarra, mas apenas o Daniel ficou com as 6 cordas e o Tiago apoderou-se das baquetas.O Miguel Tavares já conhecia o Daniel á vários anos, e começou a tentar cantar algo para acompanhar o Daniel na guitarra. A experiência correu bem, e depois de algumas tentativas de covers, surgiu “Can You Send Me A Signal”, a primeira música original. Estas 3 personagens criaram os Red Smoking Indians. Mais tarde, apenas vocals, guitarra e bateria não bastavam para satisfazer o grupo. Nuno “Biscoito” e Henrique Lourenço vieram completar os Indians, na guitarra ritmo e baixo, respectivamente.
Miguel Tavares - Vocals Daniel Martins - Leads Guittar



BANSHEE
















É o regresso aos discos dos setubalenses Banshee and Something Else We Can’t Remember. O novo registo é um EP de apenas dois temas (“Runck Pock (Love Candles and Lullabies)” e “Mad Cowboy”) com o título de “Chocolate Cookies And Strawberry Tea”. A produção foi de André Teixeira, Pedro Reis e Luís Santos. O ska-punk-rock da Margem Sul está de volta à acção!


PORN SHEEP HOSPITAL


Porn Sheep Hospital- Nascidos das cinzas dos Party On Feet imediatamente depois do seu fim por volta de Novembro de 2007, os Porn Sheep Hospital(nome de um bar em moscovo) são um grupo com influências de mathcore e post-rock encaixadas sobre estruturas de rock progressivo. Os seus membros, Francisco Caetano ou Xico(vocalista/guitarrista), Gonçalo Duarte(guitarrista), Bernardo Guerreiro(guitarrista), Tiago Martins(baixista) e Rui Penim(baterista), com idades compreendidas entre os 17 e os 20 anos, procuram elevar a sua música a um patamar superior no plano nacional. Para tal, contam com as experiências passadas, tanto em palco como no desenvolvimento musical, e o apoio dos fãs recém conquistados.

BlackOut Noize

Formaram-se em Janeiro de 2009 na cidade de Setúbal quando, movidos pela vontade de dar algo de novo ao mundo da música, reuniram esforços e começaram a compor e ensaiar.
De momento, com vários concertos dados na primeira metade do penúltimo ano da primeira década do segundo milénio da nossa era, encontram toda a sua atenção voltada para a composição de novos "blackout"s, e de algum "noize", a serem gravados durante este Verão.


HILLS HAVE EYES

Nascidos das cinzas dos skapula, os hills have eyes cresceram rapidamente. Fazem assentar o seu som num rock mais virado para uma certa toada emo, um pouco à semelhança dos já mencionados skapula. no entanto nota-se uma maturidade latente nestes novos temas, e uma contínua capacidade em fazerem boas canções, com refrões dignos desse nome, e com uma consistência já muito apreciável. Os hills have eyes já são talvez uma das bandas mais adultas da fornada setubalense, e uma promessa musical a seguir com toda a atenção.

Ella Palmer
Os Ella Palmer são uma banda Setubalense de Rock. Neste ano comemoram 5 anos de existência, o que é de louvar na música portuguesa, porque os projectos são cada vez mais curtos, muitas vezes devido a poucos apoios.


ONE HUNDRED STEPS

Os One Hundred Steps, também conhecidos por OHS, são uma Banda de Rock com traços de Screamo. São oriundos de Setúbal. o colectivo sadino começou por tomar forma no ano de 2001, altura em que os músicos começaram a compor juntos e a dar os primeiros concertos. Entre as já habituais mudanças de formação inerentes a qualquer projecto em fase de incubação, o sexteto foi desenvolvendo a sua sonoridade, aperfeiçoando a atitude e afinando as primeiras composições.
OS ARSHA

Os Arsha é união. Arsha é a fusão de diferentes influências num som próprio que navega pelo Reggae, Dub, Ska e Funk. Consagrando a sua presença no meio artístico com a participação na colectânea “COPA REGGAE”, editada pela Família Fazuma com o apoio da Antena 3, a banda setubalense revelou-se em 2006 como uma das mais promissoras do momento. Arsha está agora a dar a conhecer o seu trabalho ao grande público, em português. Com uma formação de sete elementos com gostos e percursos musicais distintos, a banda dedica há já cinco anos os seus sonhos e ambições a este projecto jovem e inovador
.
2006 foi o ano que levou Arsha ao palco, de Norte a Sul do País, em concertos como o de encerramento do primeiro dia no palco Novos Valores da Festa do Avante e o da Mega Festa do Caloiro, em Novembro (Lisboa).
Adoptando inicialmente a língua inglesa para a composição dos temas, Arsha evoluiu para a originalidade em português. Depois da edição de autor “ARSHA”, que reúne três temas originais – “Wicked Reggae”, “Sergeant” e “Wake Up”, a banda está agora a apresentar as novas composições na língua materna, que já foram editadas no album "Será", editado em Julho de 2008 pela Iplay.
A sonoridade da banda resulta num equilíbrio de instrumentos que vão desde a percussão até ao sopro. Preparados para dar a conhecer o seu som e ritmo característicos, Arsha vão contagiar Portugal com o espírito de união e paz que define o Reggae!

MORE THAN A THOUSAND
 
Os More Than a Thousand, também conhecidos por MT1000 ou MTAT, são uma banda de Post-Harcore oriunda de Setúbal.Devido ao facto de quererem criar uma ainda mais vasta base de fãs na Europa e no Mundo, foram sedear-se em Londres, em 2005

SANGUE AZUL


















SENA1 MC



















Biografia :
O seu gosto em fazer rap começou em 2006 no grupo Causa Justa onde Bruno Fez as suas primeiras musicas... passado cerca de 1 ano o grupo separou-se e cerca de dois anos mais tarde como o bichinho do rap era impossivel ignorar nasceu o alter-ego Sena1 Mc que tem vindo a mostrar os seus dotes como mc ao longo deste tempo. Com objectivo de mostrar os podres da sociedade Sena tras-nos liricas pezadas e com mensagem de um modo difrente mas mantendo-se fiel aos seus principios. Nunca vender a alma no processo de subida ao podio!! BIG UP.

MARTE


Sem comentários:

Enviar um comentário